Como é produzido o alimento orgânico?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Como é produzido o alimento orgânico?

Quando falamos em alimentos orgânicos é possível que venha a mente uma produção desorganizada, descomplicada e com técnicas rudimentares, isso porque a agricultura convencional, aquela a qual estamos acostumados, cheia de máquinas e produtos tecnológicos, é tida como moderna e avançada. Mas a verdade é que não há nada de simples em produzir orgânicos.

Produzir alimentos orgânicos é tão complexo e trabalhoso quanto produzir alimentos utilizando insumos químicos. A produção orgânica exige muito cuidado, atenção e conhecimento sobre tudo o que envolve o processo: as espécies, o solo, regime de chuva, pragas e doenças. Nos últimos 40 anos a agricultura orgânica se desenvolveu muito, muitos estudos foram feitos e técnicas foram aprimoradas, o que fez com que a prática se transformasse numa verdadeira ciência!

Afinal, qual a diferença entre o produto orgânico e o não orgânico?

A diferença entre os dois tipos é bem simples e também muito importante: o produto orgânico, diferente do convencional, não utiliza insumos químicos para ser produzido. Essa diferença básica implica em todo um enorme conjunto de técnicas para que se possa fazer o plantio de maneira natural, saudável e sustentável! Por não usar agrotóxicos os alimentos orgânicos não representam risco à saúde dos consumidores e causam um impacto muito menor no meio ambiente.

Mas como dissemos, existe um enorme conjunto de técnicas que fazem parte da agricultura orgânica e, com isso, várias formas diferentes de produzir orgânico. Algumas delas são a agricultura biodinâmica, agricultura biológica, permacultura e a agroecologia. Todas essas formas foram agrupadas no que conhecemos hoje como agricultura orgânica mas existem certas diferenças entre elas.

Veja Também
Por que escolher orgânicos ?

Tipos de agricultura orgânica

A agricultura biodinâmica possui uma abordagem holística e integrada a agricultura com as fases da lua e os signos do zodíaco por exemplo. A biológica é o que mais se assemelha ao que entendemos por orgânico e se caracteriza pela não utilização de insumos químicos no manejo. A permacultura se baseia na construção de culturas permanentes pautadas na sustentabilidade e baixo consumo de energia; e a agroecologia é uma forma de agricultura que utiliza do conhecimento ecológico para potencializar as inter-relações das espécies dentro dos ecossistemas para produzir alimentos saudáveis de maneira sustentável, se preocupando com a biodiversidade local.

Portanto podemos dizer, por exemplo, que todo produto de base agroecológica é orgânico, mas nem todo produto orgânico é de base agroecológica. Isso porque a agroecologia vai além da não utilização de agrotóxicos. Ela se importa em desenvolver ambientes sustentáveis, que façam bem ao meio ambiente e preservem a biodiversidade local, valorizando as espécies endêmicas e as características naturais de cada região.

Encontre no Pira Eco

Procurar por ...

Um pouco mais sobre a Agroecologia

Uma das técnicas de manejo utilizadas pela agroecologia são os Sistemas Agro Florestais (SAFs), que integram intencionalmente diversas espécies de características diferentes – árvores, arbustos, forragens e até animais – fazendo com que a interação entre elas crie um ambiente favorável ao crescimento de todas ao mesmo tempo em que cuida do solo.

Com isso a agroecologia consegue produzir alimentos saudáveis e também cuidar do meio ambiente, valorizando as especificidades de cada local. Ela tem crescido muito nos últimos anos no Brasil e podemos dizer que é hoje uma bandeira política e social que propõem uma nova forma de fazer agricultura, de maneira saudável e sustentável. Com o tempo a agroecologia passou a integrar também a defesa de culturas e tradições locais, se preocupando não só com a forma de produzir mas também com quem produz, levantando a bandeira da proteção à vida em todos os seus sentidos.

Como vimos, o produto orgânico não tem nada de simples e rudimentar, ele envolve diversas técnicas e filosofias diferentes, sempre com um uma premissa básica: o respeito ao meio ambiente e à saúde de quem dele se alimenta. Produzir orgânico é uma atividade que vem crescendo no Brasil e com isso também crescerá as formas de se produzir, com o avanço da ciência e da tecnologia. Não sabemos o que se espera para a produção de alimentos orgânicos para o futuro, sabemos apenas que com tanto braços e cérebros dispostos, ela não ficará parada.

E aí, esse artigo te ajudou? Se quiser aprender um pouquinho mais sobre agroecologia e produção orgânica você pode checar os outros textos do nosso blog!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Sobre o autor

Victor Marchesin Corrêa

Victor Marchesin Corrêa

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Mais Artigos

    Anuncie seu Negócio GRATUITAMENTE

    Reivindicação de Anúncio